A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou este sábado a apreensão de cerca de 27 mil artigos contrafeitos, incluindo vestuário, num valor estimado em 22 mil euros.

Além de vestuário, foram ainda apreendidas sete armas ilegais (carabinas, caçadeiras e armas de ar comprimido) e dezenas de cartuchos de calibre 12.

A operação foi desencadeada pela Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal e resultou de um processo-crime em investigação desde 2016, tendo sido executados 11 mandados de busca domiciliária e em fábricas.

Algumas das fábricas, situadas no concelho de Barcelos, estavam inseridas em edifícios residenciais e operavam sem atividade económica registada ou licenciamento, pelo que integravam um mercado paralelo no setor têxtil.

A ação teve a colaboração da Autoridade para as Condições de Trabalho, que interveio no âmbito das suas competências.