A ASAE fez mais de 500 fiscalizações no mês de dezembro, no período de Natal e Ano Novo, a “operadores económicos que comercializam produtos característicos destas épocas”, tendo apreendido uma tonelada de alimentos e instaurado 96 processos de contraordenação.

“Durante as ações de fiscalização foram verificadas as condições de higiene, segurança e qualidade dos géneros alimentícios, designadamente normas de comercialização, rotulagem, condições de conservação e armazenagem e ainda questões relativas ao licenciamento, tendo sido instaurados 96 processos de contraordenação”, em 550 operações de fiscalização, adiantou a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), em comunicado, nesta terça-feira.

A ASAE declarou ter detetado infrações ao nível de requisitos de higiene, inspeções periódicas a instalações de gás, na entrega de duplicado das reclamações dos utentes ou “falta, inexatidão ou deficiência” na rotulagem, entre outras.

“Foi ainda apreendido cerca de uma tonelada de géneros alimentícios, designadamente produtos cárneos e carnes, queijo, produtos hortícolas, massas alimentícias e similares, produtos de pastelaria, entre outros, no valor aproximado de 6.700 [euros], tendo ainda sido suspensa a atividade de um operador económico”, informou a ASAE.