A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu produtos alimentares impróprios para consumo e de azeite, vestuário e calçado falsificados, num valor superior a 62.000 euros.

As apreensões resultaram de várias ações de fiscalização e de inspeção realizadas pela ASAE em todo o país, no domingo e na segunda-feira, para assinalar o Dia do Consumidor.

Em comunicado enviado à Lusa, a ASAE refere que as ações de fiscalização realizaram-se em todo o circuito comercial, designadamente no armazenamento e comercialização de produtos alimentares, estabelecimentos de restauração e bebidas, distribuição e venda de produtos contrafeitos e atividades exercidas ilegalmente.

No total, os inspetores da ASAE fiscalizaram 273 operadores económicos e instauraram 20 processos-crime, 58 processos de contra-ordenação e 10 suspensões de atividade.

Segundo a ASAE, as principais infrações de natureza criminal verificadas foram a fraude, falsificação de géneros alimentícios e contrafação de produtos alimentares, enquanto as contraordenações estavam relacionadas com o incumprimento de requisitos de higiene, falta de licenciamento e de afixação de preços.

A ASAE diz ainda que foram apreendidos vários produtos, nomeadamente géneros alimentícios impróprios para consumo, como carne, peixe e produtos de pastelaria, azeite e artigos de vestuário e calçado falsificados, equipamentos de pesagem e moldes, num valor superior a 62.000 euros.