Em comunicado, citado pela Lusa, a ASAE informa que, no âmbito de uma ação de investigação desenvolvida na quinta-feira, pela Unidade Regional do Centro, “procedeu-se à apreensão de 37.135 litros de vinho tinto e branco”.

 

“Como resultado da ação de fiscalização desencadeada num armazenista/distribuidor foram apreendidas 3.905 unidades de 'bag-in-box' (de 5, 10 e 20 litros), 8.265 garrafas (de 1 litro/cada) e 52 garrafões (5 litro/cada) de vinho, num valor superior a 30.000 euros.”

Segundo a ASAE, foi instaurado um processo contraordenacional “por inexatidão de indicações legalmente obrigatórias e utilização de menções indevidas na rotulagem”.

 

“Esta intervenção da ASAE, que incidiu sobre um local de armazenamento e distribuição, permitiu evitar a entrada no mercado de produtos que se apresentavam com rotulagem irregular, assegurando, desta forma, a defesa dos direitos do consumidor e uma concorrência leal.”