O Bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados, Domingues de Azevedo, morreu hoje, segundo informação divulgada pela própria instituição.

António Domingues de Azevedo tinha 66 anos e faleceu em Famalicão, onde nasceu e vivia, “vítima de doença prolongada”, de acordo com a mesma nota.

Domingues de Azevedo liderava há 20 anos os destinos da entidade que regula a profissão de técnicos oficiais de contas, agora designados de contabilistas certificados, e foi o primeiro bastonário da instituição.

Foi ainda deputado pelo Partido Socialista na Assembleia da República entre 1983 e 1995 e autor do projeto-lei que regulamentou a profissão de Técnico Oficial de Contas.

A Concelhia de Vila Nova de Famalicão do Partido Socialista, em comunicado, considerou Domingues de Azevedo “um grande homem e um grande socialista”, acrescentando que vai deixar "saudades e um legado inegável no nosso concelho e no nosso país.”