Mais de 85 mil acidentes rodoviários ocorreram nas estradas portugueses entre janeiro e setembro deste ano, provocando 365 mortos e 1.416 feridos graves, indicou hoje à Lusa a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e GNR, fora registados 85.104 acidentes com vítimas entre 01 de janeiro e 30 de setembro, mais 434 do que no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 84.670 desastres nas estradas portuguesas.

Por outro lado, os mesmos dados indicam que o número de mortos diminuiu 16,4 por cento nos primeiros nove meses do ano, tendo-se registado 365 vítimas mortais, contra os 437 do mesmo período de 2012 (menos 72 mortos).

Os distritos com mais vítimas mortais são o Porto, onde se registaram 44 mortos, seguindo-se Lisboa e Aveiro, com 43 e 38 mortos, respetivamente.

Já Bragança (3), Viana do Castelo (4) e Vila Real (5) são os distritos com menos mortos em consequência dos acidentes rodoviários, adiantam os dados da ANSR.

Também os feridos graves diminuíram 9,8 por cento entre janeiro e setembro, quando ficaram gravemente feridas 1.416 pessoas, enquanto em período idêntico do ano passado tinham ficado 1.570.

Os 85.104 acidentes causaram ainda 26.268 feridos ligeiros, menos 440 do que em 2012.