Os acidentes rodoviários provocaram 35 mortos no primeiro mês do ano, menos 21 do que em igual período de 2013, indicam dados esta terça-feira divulgados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, 9.701 acidentes rodoviários registaram-se em janeiro, menos 225 do que no mesmo mês de 2013.

Os 9.701 acidentes provocaram 35 vítimas mortais, enquanto em janeiro de 2013 os 9.926 desastres fizeram 56 mortos, adianta a Segurança Rodoviária.

A ANSR refere também que, no primeiro mês do ano, ocorreram mais mortos nas estradas portuguesas nos distritos de Setúbal, com seis, seguindo-se Viana do Castelo e Faro, com quatro cada um.

Já os distritos de Beja, Guarda e Vila Real não registaram qualquer vítima mortal este ano.

Segundo a ANSR, os acidentes rodoviários causaram ainda, em janeiro, 134 feridos graves, menos 26 do que no mesmo período de 2013.

Também os feridos ligeiros diminuíram no primeiro mês do ano, tendo-se registado 2.612, contra os 2.847 verificados janeiro de 2013.

Os dados da ANSR sobre as vítimas mortais dizem respeito ao óbito que ocorre no local do acidente ou durante o transporte para o hospital.