A Polícia Judiciária deteve um homem suspeito de ser o mentor de um crime de roubo, com o sequestro da vítima, em Ansião.

Em comunicado citado pela Lusa, esta polícia de investigação criminal esclarece que o crime, que ocorreu em junho, numa residência situada na zona de Ansião, distrito de Leiria, foi «perpetrado com recurso a armas de fogo».

«Na altura em que os factos ocorreram, os dois suspeitos foram referenciados e perseguidos por militares da GNR, que conseguiram intercetar o veículo em que fugiam, interpelar um dos homens e apreender grande parte do produto do roubo», lê-se ainda no comunicado.

A investigação desenvolvida posteriormente pela PJ possibilitou identificar o presumível segundo assaltante, «que ainda se encontrava a monte», bem como «recolher fortes indícios do envolvimento de um terceiro suspeito, empresário de profissão».

Segundo a PJ, terá sido este terceiro suspeito, de 54 anos, que «contratou os dois jovens, residentes na margem sul, para executarem o assalto, indicando-lhe a residência onde sabia que havia ouro e dinheiro».

A PJ informa que, após ter sido presente a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de apresentações periódicas às autoridades.