A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou, nesta segunda-feira, a população para a adoção de medidas preventivas devido às previsões de chuva, neve e agitação marítima para os próximos dias.

O mau tempo já está a fazer-se sentir com intensidade no norte do país, com várias estradas cortadas, na sequência de desmoronamentos nos distritos de Vila Real - onde um homem ficou desalojado - e no Porto. Em Braga, as inundações motivaram já cerca de 50 ocorrências. Em Águeda e Vale de Cambra, as cheias também estão a provocar estragos, conforme pode atestar na fotogaleria (em cima). 


Num aviso à população, a Proteção Civil refere que, para os próximos dias, está prevista a queda de neve nas regiões do norte acima dos 800 metros e formação de geada durante a noite, sendo expectável desconforto térmico devido à descida acentuada da temperatura mínima, sobretudo nas terras altas, associada ao vento forte.

Tendo em conta as condições meteorológicas, a ANPC alerta para o piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo, além da possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de inundação.

A ANPC chama também a atenção para a possível ocorrência de acidentes na orla costeira, de intoxicações por inalação de gases e de incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou avarias em circuitos elétricos.

Como medidas preventivas, a Proteção Civil recomenda a população para adotar uma condução defensiva, reduzir a velocidade, transportar colocação das correntes de neve nas viaturas, sempre que se circular nas áreas atingidas pela queda de neve, e não atravessar zonas inundadas.

Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, não praticar atividade relacionada com o mar e ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas são outras das recomendações da ANPC.