“Estas detenções foram o culminar de uma investigação de mais de seis meses e permitiu fazer uma apreensão que se cifra como a maior de sempre de heroína feita pela Polícia de Segurança Pública”, sublinhou o comandante da DIC de Lisboa.