O teto de uma moradia em construção em Alvide, em Alcabideche, no concelho de Cascais, desabou esta manhã, provocando dois feridos ligeiros, disse à Lusa o adjunto dos bombeiros locais.

De acordo com Miguel Jerónimo, adjunto do comando dos Bombeiros de Alcabideche, o alerta foi dado cerca das 10:00, com a indicação de que haveria três vítimas que estavam debaixo dos escombros.

«Chegámos ao local e vimos que os feridos afinal eram dois, os trabalhadores da obra, que saíram pelo próprio pé e foram assistidos pelos bombeiros. Tinham algumas escoriações e queixas nas costas e algumas lesões traumáticas, mas o médico classificou-os como feridos leves», explicou.

Os feridos foram transportados para o Hospital de Cascais.

Miguel Jerónimo explicou que o teto cedeu numa das quatro habitações que estão a ser remodeladas no telhado.

«Trata-se de um bloco de quatro moradias em que o teto está a ser substituído e numa delas, onde os trabalhadores estavam a colocar as telhas, a viga partiu-se e daí o desabamento», relatou.

O responsável adiantou ainda que a Proteção Civil de Cascais irá fazer uma vistoria às restantes habitações para aferir a necessidade de realojamento.

Luís e Maria João Henriques são os inquilinos da habitação afetada, mas moram na casa ao lado.

«O teto caiu na casa do meu filho, que é mesmo ao lado da minha. Por sorte eles não estavam lá, senão teria acontecido uma tragédia», disse Maria João.

O marido, Luís Henriques, explicou que as casas são muito antigas e nunca tinham sido sujeitas a obras e já temia que um incidente como o de hoje pudesse acontecer.

O casal diz-se agora com medo de estar em casa e aguarda receber indicações da Proteção Civil para saber se será relojado ou não até que a obras fiquem concluídas.

Às 12:30 estavam ainda no local os Bombeiros de Alcabideche, a GNR e a Proteção Civil de Cascais.