«Tem sido bastante difícil, nomeadamente em tempos de calor, quando há problemas com o ar condicionado. No inverno a água entra, forma grandes poças de água e é difícil os meninos virem ao recreio», afirmou Branca Neves, adjunta da direção do Agrupamento de Escolas de Camarate, em declarações à agência Lusa.


«remediando»

«Vamos construir um edifício de raiz garantido as condições básicas que a escola pública tem e merece. Estamos neste momento a preparar os planos e os projetos», avançou a autarca à Lusa.


«Há um conjunto de alunos que nunca frequentaram o ensino básico para além dos contentores. Não conhecem outra escola, o que é triste e dramático até», constata.

«prioritária e urgente»