Quatro homens foram detidos na terça-feira, em Olhão, após assaltarem um restaurante de Almancil, Loulé, informou a GNR, que apreendeu milhares de maços de tabaco, plasmas e outros eletrodomésticos.

Em comunicado citado pela Lusa, a GNR refere que os suspeitos, com idades entre os 29 e os 42 anos, possam ser responsáveis pela prática de mais de 50 furtos de máquinas de tabaco do interior de estabelecimentos comerciais.

«Os crimes, efetuados de forma dispersa um pouco por todo o sotavento algarvio, registaram-se com maior incidência nos concelhos de Faro, Olhão, Tavira, Loulé e Silves», revelou a GNR, que esta terça-feira deu cumprimento a cinco mandados de busca domiciliária, três mandados de busca em estabelecimentos de restauração e bebidas, um a uma padaria e ainda três a veículos.

O «modus operandi» utilizado pelos suspeitos consistia no arrombamento de portas ou janelas dos cafés e restaurantes para acederem às máquinas de tabaco, que eram depois arrombadas no local ou mesmo levadas, vindo a ser abandonadas e totalmente destruídas em locais ermos, explica a GNR.

Durante a operação, a GNR apreendeu também «milhares de maços de tabaco de diversas marcas», «uma máquina de tabaco», plasmas, computadores portáteis, garrafas de uísque, licores e vinho do porto», mais de 100 botijas de gás, rebarbadoras, playstations, aparelhagem, leitores de DVD e diversas ferramentas e eletrodomésticos.

A colaborar com a GNR estiveram duas equipas da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), que procederam à fiscalização dos estabelecimentos comerciais alvo de buscas e decidiram encerrar dois desses locais por falta das «condições mínimas de higiene alimentar».

Os quatro detidos vão ser hoje à tarde apresentados no tribunal de Olhão para conhecerem as medidas de coação.