Mais de mil pessoas, segundo dados da organização, juntaram-se este sábado num cordão humano que percorreu várias ruas da Trafaria, em Almada, em protesto contra a instalação do terminal de contentores na margem sul do Tejo.

Abraçar a Trafaria, contra a construção de um mega terminal de contentores. Foi este o objetivo de um enorme cordão humano que esta manhã se espalhou pelas principais ruas da freguesia.

António mora na Trafaria há 60 anos. José vive nesta freguesia desde que nasceu. Ao longo dos anos foram acompanhando as alterações com muita tristeza. O cenário já não é o mesmo e teme que o pior esteja para vir.

A Quercus garante que este projeto não faz sentido.

O movimento Abraçar a Trafaria convidou a população a sair à rua, em nome de uma estratégia que aposta no desenvolvimento do turismo e na pesca artesanal.