Projetos de lei de PS, BE e PAN reclamando que as cantinas públicas tenham acesso a produtos agrícolas de produção local e promovam uma alimentação mais saudável foram esta sexta-feira aprovados pelo parlamento na generalidade.

Os textos, que agora baixam à comissão, mereceram votos favoráveis de PS, PCP, BE, Os Verdes e PAN, e a "nega" de PSD e CDS-PP.

Por unanimidade foi aprovada a participação da Assembleia da República em Organizações Parlamentares Internacionais, projeto de resolução apresentado pelo Presidente da Assembleia da República.


Outros projetos


A antiga coligação Portugal à Frente, constituída por sociais-democratas e democratas-cristãos, também viu "chumbado", por todas as outras bancadas parlamentares, o seu projeto de resolução a recomendar o reconhecimento e reforço das denominadas entidades da economia social (Instituições Particulares de Solidariedade Social, fundações, entre outras).

Por seu turno, a resolução do PCP, a fim de estabelecer um Estatuto da Agricultura Familiar Portuguesa foi rejeitado, em virtude dos votos contra de sociais-democratas e centristas e da abstenção socialista, enquanto os restantes grupos parlamentares concordaram com a medida, reporta a Lusa.