«Normalmente, o organismo tem mecanismos para que a pessoa acorde, mas há apneias que chegam a durar um minuto», explicou José Romero, lamentando que haja «muito descuido» por parte da população em geral para os problemas do sono.