As autoridades portuguesas detiveram sete pessoas e apreenderam mais de duas toneladas de haxixe, que tinham sido descarregadas numa praia de Sagres, no Algarve.

A Polícia Judiciária precisou que a operação foi realizada no âmbito de um inquérito que corria trâmites no Departamento de Investigação Criminal de Portimão e que contou com a colaboração da Unidade Nacional de Combate a Tráfico de Estupefacientes da Judiciária, da Unidade de Controlo Costeiro da GNR e da Força Aérea Portuguesa.

Os sete homens foram identificados e detidos “pela prática do crime de tráfico de estupefacientes”, frisou a Judiciária em comunicado.

No decorrer de diligências de uma investigação que corre termos no DIC de Portimão da Polícia Judiciária, os detidos foram intercetados durante a madrugada de hoje, numa praia na zona de Sagres, na sequência do descarregamento 70 fardos de haxixe, com o peso total de 2.100 quilogramas”, contextualizou a PJ num comunicado.

Os detidos têm entre 46 e 58 anos e vão ser presentes em tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação, acrescentou a mesma fonte.