Os pólenes vão estar em níveis muito elevados em todas as regiões de Portugal Continental, a partir de sexta-feira e durante uma semana, segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica.

Segundo o Boletim Polínico, na região de Trás-Os-Montes e Alto Douro, predominam os pólenes de carvalhos, oliveira, castanheiro e pinheiro e das ervas gramíneas e parietária.

Na zona do Porto, os pólenes mais predominantes são também os dos carvalhos, oliveira e castanheiro, e, nas ervas, predominam as gramíneas e parietária.

Na zona da Beira Interior, as concentrações predominantes são de carvalhos e oliveira e das ervas gramíneas.

Na Beira Litoral, destacam-se os pólenes das árvores oliveira, carvalhos e castanheiro, e das ervas gramíneas e parietária.

Em Lisboa e Setúbal, predominam os pólenes de oliveira e sobreiro e das ervas gramíneas e parietária.

No Alentejo e no Algarve dominam também os pólenes das oliveiras e do sobreiro e das ervas gramíneas.

Nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores os pólenes estarão em níveis baixos, com predomínio do pinheiro e da bétula, assim como das ervas gramínea, urtiga e parietária.