“Os jovens são um grande grupo de risco, têm num risco de morte superior a 40 por cento aos restantes estratos etários, é ai que se tem sentido os melhores resultados”, sustentou, destacando a importância da campanha “100% Cool”, que existe desde 2002 e valoriza os jovens condutores com zero por cento de álcool.