Um casal acusado de matar um idoso em fevereiro de 2017, em Albufeira, no Algarve, foi  condenado pelo Tribunal de Portimão, a penas de prisão de 18 e 20 anos, informou a Procuradoria da Comarca de Faro.

A Procuradoria indicou que a mulher, de 21 anos, foi condenada a uma pena de prisão de 18 anos, tendo o homem de 53 anos, sido condenado em 20 anos de prisão.

Ambos foram considerados culpados pelos crimes de homicídio qualificado e de roubo qualificado.

Segundo a Procuradoria, o tribunal de Portimão deu como provado que os dois arguidos estrangularam um homem de 85 anos até à morte, depois de o agredirem e lhe amarrarem os pés e as mãos, no interior da sua casa na Guia, em Albufeira, no Algarve, na qual entraram após arrombarem a porta.

Os factos ocorreram em fevereiro de 2017, tendo os arguidos abandonado o local, após o crime, levando vários valores que pertenciam à vítima, designadamente dinheiro, que dividiram entre ambos.

De acordo com a Procuradoria, a arguida mantinha um relacionamento há vários anos com a vítima, que vendia no mercado local os produtos agrícolas que produzia.

O idoso foi encontrado morto por familiares na manhã do dia 09 de fevereiro de 2017, tendo, na altura, a Polícia Judiciária suspeitado que o crime tivesse sido cometido por alguém próximo da vítima, devido à ausência de sinais de arrombamento da porta, tendo o casal sido detido no dia seguinte ao corpo ter sido detetado.