A Câmara de Albufeira vai repetir este ano nas praias do concelho uma campanha de alerta aos banhistas para os perigos de derrocada de arribas, disse hoje à agência Lusa a vereadora da Proteção Civil e Ambiente, Ana Vidigal.

Sob o lema «Proteja-se das Arribas», a campanha de sensibilização inclui a distribuição de panfletos bilingues (português e inglês) e a realização de ações de proximidade em 20 das 25 praias de Albufeira, durante julho e agosto, meses de maior ocupação, embora a época balnear no concelho arranque no próximo sábado.

«O objetivo da campanha é que as pessoas adquiram mais conhecimento dos riscos e evitem permanecer em locais instáveis, procurando abrigar-se do sol sem que seja junto das arribas e escolhendo praias vigiadas», disse à Lusa a vereadora Ana Vidigal, sublinhando ser importante transmitir que as praias de Albufeira «são seguras».

Na semana passada, as autoridades realizaram operações de saneamento de arribas instáveis nas praias de Santa Eulália e Maria Luísa, em Albufeira, depois de, em abril, após uma tempestade, terem ali ocorrido desmoronamentos.

Em agosto de 2009, o colapso de um rochedo matou cinco pessoas na praia Maria Luísa, naquele que foi o acidente mais grave registado no litoral em consequência da geodinâmica das arribas em mais de 20 anos, embora tenha havido pelo menos mais dois semelhantes, também em Albufeira, como recorda a Lusa.