O secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza revelou esta quarta-feira, em Penafiel, que em setembro serão anunciadas «ações concretas» para monitorizar e controlar a vespa asiática em Portugal.

«Esperamos apresentar as atividades que vão ter lugar no território», explicou o governante. Miguel de Castro Neto acrescentou que o Governo «está a acompanhar a situação», num trabalho que envolve várias secretarias de Estado.

Em declarações à agência Lusa à margem de uma visita a Penafiel, Miguel de Castro Neto admitiu a necessidade de «dar informação, segurança e proteger pessoas e bens». «Defender a atividade económica associada, que é a apicultura», é outro objetivo do plano, assinalou.

Para o secretário de Estado, há o «risco grande» de as pessoas confundirem a vespa asiática com a vespa europeia, como aconteceu em França e em Espanha. Por isso, insistiu, há a necessidade de dar mais informação.

A vespa asiática tem sido localizada, nas últimas semanas, no Alto Minho, mas também em vários concelhos do distrito do Porto, como Amarante, Paredes e Marco de Canaveses. Em Celorico de Basto, no distrito de Braga, também foram avistados vários ninhos.

Os serviços de proteção civil daqueles municípios têm procedido à destruição dos ninhos.