A Polícia Judiciária anunciou esta sexta-feira a detenção de dois homens, de 26 e 31 anos, suspeitos de sequestro e ofensa à integridade física grave.

Os detidos terão atraído uma vítima e, com a ajuda de uma mulher sob falso pretexto, tê-la-ão sequestrado e agredido violenta e continuamente, refere um comunicado da PJ.

Ao fugir dos arguidos, a vítima - que chegou a pedir socorro às autoridades dando início à investigação - atirou-se ao rio Tejo.

Os homens foram detidos na sequência do cumprimento de dois mandados de busca às suas residências, na sequência de várias diligências de investigação, durante as quais foi também constituída arguida uma mulher.

As detenções foram efetuadas pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT), dando cumprimento a uma investigação tutelada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.