A GNR apreendeu duas caçadeiras, em Vialonga, concelho de Vila Franca de Xira, no decorrer de uma investigação de um processo de violência de doméstica, indicou hoje a corporação.

Segundo a GNR, a apreensão das duas armas de caçadeira de calibre 12 resultou após uma mulher vítima de violência doméstica ter dado entrada no hospital e os militares da Guarda Nacional Republicana ter feito buscas à casa do agressor.

Numa nota, aquela força de segurança adianta que a vítima já tinha sido ameaçada com recurso a arma de fogo, acabando, na sexta-feira, por ser «brutalmente agredida pelo cônjuge» e ficado com diversos hematomas faciais e com a cana do nariz partida, o que levou a ter que receber assistência médica no hospital.

Fonte da corporação disse à agência Lusa que o agressor ainda não foi detido porque se desconhece o seu paradeiro.

Quando a GNR fez a busca domiciliária, na sexta-feira, o agressor não se encontrava em casa, disse ainda a mesma fonte.