Um agente da PSP do Porto foi condenado a seis anos e três meses de prisão por, entre 2013 e 2014, se apropriar e consumir droga apreendida a traficantes, avançou esta sexta-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Além disso, o arguido de 39 anos, dependente do consumo de droga, cedia aos traficantes, em troca dessa substância ilícita, material policial e informações quanto a locais e horários de ações de fiscalização, lê-se na nota da procuradoria.

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou ainda um outro agente da PSP a nove meses de prisão, suspensa na sua execução por um ano, por, em algumas ocasiões, ter assistido aos crimes cometidos pelo colega e não o ter denunciado.

O coletivo de juízes realçou que um dos agentes se “valia” do exercício das suas funções para obter a droga.

Os crimes aconteceram em outubro de 2013 e janeiro e fevereiro de 2014, sempre nas imediações do Bairro do Aleixo e do Pinheiro Torres, no Porto.