O município de Vila Verde tem um novo calendário solidário, em que os próprios trabalhadores da Câmara são os protagonistas. As roupas vestidas pelos participantes são inspiradas nos Lenços dos Namorados, característicos da região. Todo o dinheiro angariado vai servir para ajudar as famílias mais carenciadas.

Como explicou esta sexta-feira à TVI Júlia Fernandes, vereadora da Educação, Cultura e Ação Social da Câmara Municipal de Vila Verde, a iniciativa partiu de uma ideia conjunta dos colaboradores de ação social do município.

Funcionários de diversos departamentos enviaram a sua candidatura e foram modelos por um dia.

Todos eles foram vestidos pela marca Namorar Portugal, propriedade de Vila Verde, que conta com casacos, vestidos, sapatos, malas, bicicletas, entre outros produtos.

Os conjuntos escolhidos foram os vencedores do concurso de moda organizado anualmente pelo município, no segundo mês do ano, e inspirado nos famosos lenços.

Para além do calendário, há também uma agenda. As vendas começaram no início de dezembro e, segundo a vereadora, deverão terminar na primeira ou na segunda semana do próximo ano.

Se para já foram vendidas metade das agendas, Júlia Fernandes acredita que, até à data final, vão vender todos os itens produzidos. Os calendários custam 1,5 euros e as agendas podem ser adquiridas por cinco euros.

A vereadora acredita que irão conseguir angariar um total compreendido entre os 2500 e os 3000 euros, que serão distribuídos pelas lojas sociais de Vila Verde. Posteriormente, o dinheiro vai servir para ajudar as famílias da região com mais dificuldades económicas, a nível do pagamento de água, luz, medicamentos, vestuário e alimentos.

Júlia Fernandes não está em nenhum dos meses do calendário, mas fez questão de deixar uma mensagem de agradecimento a todos os que participaram e contribuíram para a realização deste projeto que lhe é tão querido.

“Às empresas que participaram como patrocinadoras, aos colaboradores e colaboradoras municipais, aos parceiros que se associaram e a todos/as os/as que tornaram possível a edição deste Calendário Solidário o meu mais sincero agradecimento pela vossa generosidade e solidariedade”.