logotipo tvi24

Afeganistão: militar português com meningite será retirado

Vai para uma base militar na Alemanha para ser reavalidado clinicamente

Por: tvi24 / SM    |   2012-04-16 20:42

Um militar do contingente português no Afeganistão, com meningite, vai ser retirado esta noite (madrugada em Cabul) da base aérea americana de Bagram para uma base militar na Alemanha, confirmou à Agência Lusa fonte do EMGFA.

«O militar está numa situação estável e normal, tendo em conta o quadro clínico nestes casos. Foi transferido de Cabul para a base de Bagram e ao final desta noite será transportado para Ramstein, na Alemanha, onde chegará amanhã de manhã [terça-feira], horas de Lisboa, para ser reavaliado», explicou à Lusa o Relações Públicas do Estado Maior General das Forças Armadas (EMGFA).

O comandante Ramos Oliveira acrescentou que, caso a reavaliação feita ao militar dos quadros do Exército, na casa dos 40 anos, seja positiva e o mesmo reúna as condições para viajar, será ativado, ainda durante o dia de terça-feira, um avião Falcon-50 da Força Aérea Portuguesa para realizar a evacuação médica da Alemanha para Portugal.

Atualmente estão no teatro de operações do Afeganistão cerca de 282 militares portugueses, dos três ramos das Forças Armadas e da GNR, fruto da sobreposição e do momento de rotação da força.

A partir do próximo fim-de-semana o contingente ficará reduzido a 130 elementos, com o regresso dos restantes militares a Portugal, os quais foram rendidos pelos 139 que rumaram a Cabul na terça-feira, 10 de abril.

O contingente deverá permanecer em território afegão até outubro e tem como principal missão assessorar as forças de segurança locais, principalmente na área da formação.

Partilhar
EM BAIXO: MNE com os militares
MNE com os militares

Há 12 portugueses na «jihad» islâmica
O autoproclamado Estado Islâmico da Síria e do Iraque conta com a participação de vários jovens emigrantes de segunda e terceira geração
As férias podem ter terminado, mas o verão não
Veja como vai estar o tempo
Nova avaria em avião da TAP
Voo que ia do Porto para Milão teve de aterrar 10 minutos depois do início da viagem
EM MANCHETE
CGTP quer salário mínimo de 540 euros
Inter quer ainda aumentos de 3%. Sindicalistas vão discutir reivindicações para 2015, mas da reunião pode sair ação de luta em outubro ou novembro
Governo deixa cair aumento da TSU e do IVA para 2015
Nova avaria em avião da TAP