Uma antiga agente da CIA foi detida, na segunda-feira, no Aeroporto de Lisboa. Sabrina de Sousa, que reside em Portugal desde abril, foi detida quando embarcava para Goa, para visitar uma familiar, e tinha viagem de regresso marcada para este mês.

Sabrina de Sousa, que tem dupla nacionalidade portuguesa e norte-americana, foi julgada à revelia e condenada em Itália a quatro anos de cadeia por cumplicidade no rapto do clérigo egípcio, Abu Omar, numa rua de Milão, em fevereiro de 2003. 

A antiga agente da secreta norte-americana foi ouvida no Tribunal da Relação de Lisboa, na terça-feira, e saiu em liberdade, com obrigação de apresentações semanais na esquadra da PSP.

A ex-agente secreta opõe-se à extradição e tem 10 dias para apresentar os fundamentos. O tribunal tem um prazo de 60 dias para decidir se aceita ou não a extradição.