Um jovem de 16 anos desapareceu hoje quando tomava banho no rio Cávado, em Barcelinhos, Barcelos, informou à Lusa fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, o alerta foi dado perto das 17:40.

No local está já uma equipa de mergulho dos Bombeiros de Barcelinhos, para as buscas na água, mas as operações decorrem também nas margens do rio.

Foi ainda mobilizada para o local uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER).

A zona do rio Cávado onde hoje desapareceu o jovem, em Barcelos, é interdita a banhos, uma proibição que está “devidamente sinalizada nas principais entradas”, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos.

Segundo José Beleza, há testemunhos que indicam que o jovem estava num colchão insuflável quando caiu à água.

“A verdade é que aquela é uma zona onde os banhos são proibidos e que essa proibição está devidamente assinalada nas principais entradas para o areal”, sublinhou.


José Beleza disse ainda que se trata de uma zona “com um longo historial” de tragédias, não só pela existência de poços, mas também devido às fortes correntes.

“É uma zona muito perigosa”, assegurou. “As buscas vão continuar até que haja condições de segurança e de visibilidade”, adiantou José Beleza.