“O hospital confirma a falha de energia ocorrida pelas 06:50 da manhã”, motivada por um problema na rede que “danificou um componente do sistema de abastecimento de energia”, explica um comunicado do gabinete de relações públicas da unidade hospitalar enviado à Lusa cerca das 13:00.

Segundo o hospital, "a atividade urgente e crítica esteve sempre assegurada", mas "alguma atividade programada teve de ser cancelada", caso de algumas consultas e cirurgias, "e outra foi realizada com algum atraso no atendimento dos doentes".

O Hospital do Divino Espírito Santo refere ainda que a energia "foi recuperada pelas 10:15, com exceção de algumas aplicações informáticas que ainda não estão a funcionar”, mas estão a ser desenvolvidos "todos os esforços para reparar a situação e regressar à normalidade".