O corpo do turista norte-americano, com cerca de 50 anos, que estava desaparecido na praia do Monte Verde, na ilha de São Miguel, Açores, foi encontrado esta quarta-feira de manhã.

O alerta para o desaparecimento foi feito na terça-feira pelas 19:00 locais (mais uma hora em Lisboa) pela mulher que o acompanhava, desaparecimento que foi testemunhado por outra pessoa.

“Cinco minutos depois das buscas se terem iniciado, o corpo foi encontrado a cerca de 300 metros do local onde tinha ocorrido o desaparecimento, dentro de água”, disse Cruz Martins.

Segundo o responsável, as buscas foram retomadas pelas 08:00 locais (mais uma hora em Lisboa) com duas motas de água e duas embarcações salva-vidas, dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande e da capitania, e um helicóptero e um navio da Marinha.

Bombeiros e elementos da Polícia Marítima e da capitania e nadadores-salvadores também tinham sido empenhados nas buscas.

Esta é a segunda morte em três dias numa praia dos Açores.

No domingo, um cidadão alemão, de 46 anos, morreu afogado na praia de Santa Bárbara, também no concelho da Ribeira Grande.

Cruz Martins lembrou “as reiteradas recomendações da Autoridade Marítima e da Marinha para quem se desloca às praias” fora da época balnear, quando não têm vigilância.

Na terça-feira, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) alertou para as temperaturas elevadas e para os cuidados a ter nas idas à praia, uma vez que o período balnear já terminou na maioria das praias portuguesas, que estão sem vigilância.

Em comunicado, a AMN “aconselha todos aqueles que ainda pretendam frequentar as praias a adotar sempre uma cultura de segurança e prevenção, redobrando os cuidados junto à linha de água, tendo igualmente presente que a maioria das praias podem não se encontrar vigiadas nem conter sinalização relativa ao estado do mar”.