Mais de duas centenas de pinturas do pintor Yves Decoster embelezam o exterior de casas, escolas, edifícios oficiais ou moradias abandonadas em São Miguel, tendo em comum o mesmo traço: corações que pretendem sensibilizar para o amor.

A residir na ilha de São Miguel, nos Açores, há 25 anos, o artista já encheu a ilha de São Miguel com 205 pinturas dos Mosteiros ao Nordeste, levando «cor e positivismo» à vida das pessoas.

«São borboletas, gatos, golfinhos mas tudo tem de ter um coração, o símbolo do amor», afirmou à Lusa o artista, que frequentou a Academia das Artes de Antuérpia.

Yves Decoster começou por pintar um coração para «um amigo em 2011». «Ele tinha uma casa de despejo na rua. E lá existia um muro de pedra com uma janela, para mim já é uma moldura. Faltava a pintura. E pedi para pintar um coração», conta.

Mas o projeto rapidamente ganhou «tantos adeptos» que começaram a surgir várias solicitações e o artista contabiliza até hoje 205 pinturas onde estão «incorporados corações, na sua maioria em casas privadas muros, escolas, edifícios oficiais».

O artista sublinha que «o coração é o símbolo do amor pela natureza e amor pelas pessoas».