Uma baleia morta foi avistada nesta quarta-feira perto da costa norte da ilha de S. Miguel, nos Açores, estando a Polícia Marítima a acompanhar o seu movimento para o caso de encalhar ou dar à costa.

O diretor regional dos Assuntos Mar dos Açores, Frederico Cardigos, disse à agência Lusa que o cetáceo estava, pouco depois das 12:00 (13:00 em Lisboa), a entre meia e uma milha do porto de Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, seguindo na direção oeste-leste.

Se continuar nesta direção, a baleia deverá passar ao longo de toda a costa norte da ilha açoriana, rumo a «mar aberto», explicou, estando no entanto a polícia marítima a acompanhar o seu movimento, para o caso de encalhar ou arrojar na costa.

Caso isso aconteça, serão tomadas as medidas adequadas: se arrojar num local onde não cause perturbação, em termos de cheiro ou de saúde pública, por exemplo, «decompor-se-á naturalmente», se for noutro local «terá de ser removida e terão de ser efetuadas ações necessárias», revelou Frederico Cardigos.

A baleia já está num estado de putrefação elevado, não sendo possível por isso uma identificação correta do cetáceo, mas pela descrição deve rondar os 10 metros, acrescentou o diretor regional dos Assuntos do Mar, dizendo que se trata de uma situação normal, do ciclo natural de vida dos animais que, neste caso, por causa da sua dimensão, é mais visível.