Já morreu uma pessoa nas estradas portuguesas, segundo os dados da operação Páscoa da GNR, desde a meia-noite de quinta-feira. Neste primeiro dia e meio de operação, no ano passado, os acidentes fatais tinham feito duas vítimas.

No total, a GNR já contabilizou 304 acidentes, menos do que em 2015 (353) e 100 feridos, oito deles graves. 

A tradição da Páscoa leva para a estrada milhares de automobilistas, que muitas vezes têm como destino as terras de origem ou, então, umas curtas férias. 

A GNR vai estar no terreno com operação especial de vigilância. Um dos maiores problemas nas estradas é a condução sob o efeito de álcool.

E, em mais uma campanha de sensibilização, a GNR faz uma pergunta: "Como prefere regressar a casa?". Isto perante as imagens de um táxi, uma ambulância, um carro funerário e uma viatura da GNR.