Um trabalhador morreu hoje após ter sido colhido por uma escavadora nas obras de construção da via expresso Câmara de Lobos-Estreito de Câmara de Lobos, na ilha da Madeira, informou fonte da Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR).

Segundo a mesma fonte, “a morte foi instantânea”, acrescentando que a vítima tinha mais de 50 anos e o acidente ocorreu na entrada do túnel que está em construção.

As obras desta via, um projeto do Governo Regional, ainda da presidência de Alberto João Jardim, estiveram interrompidas desde 2011 e foram retomadas em março deste ano, prevendo a construção de 2,5 quilómetros de estrada, que representam um investimento de 61 milhões de euros.