Um operário sofreu queimaduras de segundo grau, em 25% do corpo, na sequência de uma explosão quando procedia a trabalhos de manutenção de um poço, em Poiares, Ponte de Lima, disse fonte dos Bombeiros esta sexta-feira.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima, Carlos Lima, o homem de 53 anos "sofreu queimaduras ao nível das vias respiratórias, tendo sido transportado para o hospital de Viana do Castelo, onde aguarda a chegada dos meios aéreos do INEM para ser transferido para a unidade de queimados do hospital de Santa Maria, em Lisboa".

Carlos Lima adiantou que as causas da explosão, ocorrida às 10:49, e que vitimou aquele trabalhador estão ainda a ser investigadas, "não sendo certo que tivesse ocorrido na lâmpada que o homem utilizava, a cerca de 14 metros de profundidade, para os trabalhos de manutenção do poço".

"Ainda não conseguimos chegar ao fundo do poço para verificar o que se passou porque não estão reunidas as condições de segurança", afirmou o comandante da corporação local.


Ao local compareceram quatro viaturas e 12 homens dos bombeiros voluntários de Ponte de Lima, a VMER de Viana do Castelo, a ambulância SIV de Ponte de Lima, e a GNR.