O trabalhador de 52 anos que ficou soterrado até à cintura numa obra em Valença sofreu lesões ligeiras. Foi resgatado pelos bombeiros e recusou mesmo ser transportado ao hospital.

Segundo a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo referiu à agência Lusa, o homem, natural de Valença, foi resgatado cerca das 18:50.

O alerta às autoridades foi dado cerca das 17:31. O homem ficou "soterrado, ao nível dos membros inferiores, no decurso de uma obra na Quinta do Monte de Faro", em Valença.

Quando estava a ser aberto um buraco, ocorreu um deslizamento de terras", contou fonte dos bombeiros de Valença, sobre o que provocou o acidente de trabalho.

No local estiveram os bombeiros voluntários de Valença, com nove operacionais e três viaturas, apoiados por uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV).