Um motorista português morreu carbonizado, na noite de segunda-feira, na sequência de uma colisão entre dois camiões na autoestrada A2, em Saragoça, Espanha, que continua cortada ao trânsito, disse  à Lusa fonte da Guardia Civil.

De acordo com a mesma fonte, o acidente ocorreu às 21:00 locais (20:00 em Portugal), ao quilómetro 195 daquela autoestrada, no sentido Barcelona-Madrid, quando um camião, conduzido pela vítima mortal, da empresa Transneiva, de Viana do Castelo, embateu na traseira de outro veículo pesado.

A mesma fonte adiantou que o motorista português morreu carbonizado nas chamas que deflagraram após o acidente, por não ter conseguido abandonar a cabine do veículo.
 

Motorista da empresa de transportes Transneiva falece este fim de tarde na N-2 EspanhaAinda não foi possível apurar mais factos deste incidente mas logo que possível informa-mos mais pormenores sobre a ocorrência.

Posted by Motoristas do Asfalto on Segunda-feira, 8 de Junho de 2015

O motorista português que morreu residia na freguesia de Seara, Ponte de Lima, disse à Lusa o presidente da Junta local.

Segundo Filipe Lima, o homem, de 47 anos, natural de Vila Nova de Gaia, residia na freguesia "há cerca de cinco anos, com a mulher e dois filhos".

Os dois ocupantes do outro camião envolvido no acidente conseguiram sair do veículo, tendo sofrido apenas ferimentos.

A Guardia Civil de Saragoça disse não ter a identificação do motorista português, "uma vez que o corpo ficou irreconhecível", tendo sido conduzido ao Instituto de Medicina Legal daquela localidade espanhola, para ser autopsiado.

As circunstâncias que estiveram na origem deste acidente estão a ser investigadas.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, obter mais informações da parte da empresa transportadora, situada na zona industrial do Neiva, em Viana do Castelo.