Um homem de 75 anos morreu hoje na sequência do capotamento do trator agrícola que conduzia, na aldeia de Relva, no concelho de Mêda, disseram à agência Lusa fontes da GNR e dos bombeiros.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda adiantou que se tratou de um acidente de trabalho, que ocorreu pelas 09:50, quando a vítima "andava a amanhar as terras".

"O veículo não trazia o arco de segurança, vulgarmente conhecido por arco de Santo António", e, ao capotar, ficou em cima do condutor, explicou.


A fonte da GNR adiantou que a morte do homem foi confirmada no local do acidente.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda, estiveram no local, além de elementos da GNR, 12 elementos e quatro viaturas dos bombeiros voluntários de Mêda, uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Vila Nova de Foz Côa e um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) de Bragança.

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) anunciou recentemente a intenção de propor ao Governo a criação de um plano de prevenção de acidentes com tratores e máquinas agrícolas, para travar uma "verdadeira tragédia" que vitima cerca de 50 pessoas por ano.

Em comunicado, a CNA considerou que os acidentes com maquinaria agrícola "são um dos piores problemas da agricultura familiar portuguesa", mas não são "uma fatalidade incontrolável".

Também o grupo parlamentar do PS tinha questionado a ministra da Administração Interna acerca da sinistralidade envolvendo tratores, nomeadamente qual o orçamento de 2015 para ações de sensibilização e quais as datas em que ocorrerão.

"Conforme os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Portugal continua a ser um dos países europeus com a taxa de mortalidade mais elevada relativamente aos acidentes com tratores", referiu o grupo parlamentar socialista.


Segundo dados revelados em março deste ano pela GNR, três em cada quatro acidentes de trator resultam na morte dos passageiros e 70 por cento das vítimas resultam de capotamentos.

Entre janeiro de 2013 e julho de 2014, a GNR registou 256 acidentes com tratores agrícolas no continente, que provocaram 115 vítimas mortais e 83 feridos graves.