Um jovem de 16 anos, ferido no acidente que na madrugada de sábado matou cinco peregrinos no IC2, em Cernache, teve alta este domingo do Hospital Pediátrico de Coimbra onde estava internado, informou fonte do centro hospitalar.

De acordo com Salomé Marques, coordenadora do gabinete de comunicação do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), continuam internados outros três doentes, dois dos quais com prognóstico reservado.

Um homem de 64 anos, politraumatizado grave, está "clinicamente estável e com prognóstico reservado" no serviço de medicina intensiva e uma mulher de 23 anos, que foi no sábado operada às pernas e a um braço, "continua internada na unidade de cuidados cirúrgicos intermédios", em situação clínica idêntica.

O condutor do automóvel que se despistou foi constituído arguido e vai ser ouvido em tribunal segunda-feira. O homem tem 24 anos, é de nacionalidade portuguesa e residente perto da zona onde se deu o acidente. Sofreu ferimentos ligeiros - "uma luxação num dedo de uma mão e pequenas escoriações" - e, após ter tido alta hospitalar, foi acompanhado pelas autoridades às instalações da GNR onde lhe foi comunicada a condição de arguido e a notificação para comparecer em tribunal.