Um funcionário da junta de freguesia de Lordelo, no concelho de Paredes, morreu esmagado esta quarta-feira por uma máquina enquanto trabalhava nas obras de ampliação do cemitério local, avançou fonte dos bombeiros.

O acidente ocorreu enquanto o funcionário descarregava terra junto ao cemitério de Lordelo.

«O homem conduzia a máquina quando esta caiu por uma ravina, foi projetado e ficou por debaixo da mesma», informou à Lusa Pedro Alves, comandante dos Bombeiros de Lordelo.

O alerta foi dado pelas 14:50, tendo sido deslocados para o local quatro viaturas da corporação de Lordelo, com 13 homens, e a viatura médica do Vale do Sousa, de Penafiel.

«Quando chegámos procedemos à remoção da máquina, para conseguir tirar a vítima», explicou.

No local esteve também a GNR e uma equipa da Autoridade para as Condições de Trabalho.

A vítima, de 49 anos, deixa três filhos, o mais novo com três meses.