Os bombeiros de S. Mamede de Infesta, em Matosinhos, encontraram hoje duas pessoas mortas dentro de um estabelecimento comercial, após um alerta para uma fuga de gás no edifício.

Segundo o comandante dos bombeiros, o cenário encontrado no café era «um pouco estranho, com bebidas em cima das mesas» e vestígios de «organofosforados» (pesticidas).

Foi também descoberta uma «garrafa de gás aberta» na casa de banho onde também se encontrava o corpo de uma das vítimas, uma mulher de 31 anos que era funcionária do estabelecimento e que apresentava «marcas de estrangulamento».

O segundo corpo, do proprietário do café, um homem de 56 anos, foi encontrado atrás do balcão do estabelecimento.

O alerta foi dado pelas 11:40 pelo filho do proprietário do café.

O caso está entregue à Polícia Judiciária para averiguações.