Um condutor foi condenado a 10 anos de prisão efetiva por responsabilidades num acidente de viação, ocorrido na Avenida Marginal, em 2009, o qual provocou a morte de três jovens, informa hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a página da internet da PGDL, o Tribunal de Oeiras deu como provado que «o arguido se despistou, invadindo a faixa contrária, quando circulava com uma Taxa de Álcool no Sangue de 1,66 gramas por litro, tendo ainda sido detetada canábis no organismo».

O arguido embateu num outro veículo que seguia em sentido inverso, provocando a morte às três ocupantes de 13, 15 e 19 anos. O acidente ocorreu a 03 de agosto de 2009.

A PGDL acrescenta que o arguido foi julgado na ausência e condenado, em cúmulo jurídico, a uma pena única de 10 anos de prisão efetiva. Além disso, o tribunal aplicou a sanção acessória de proibição de conduzir durante dois anos e meio.

O acórdão foi proferido na terça-feira pelo 2.º Juízo Criminal de Oeiras.