[notícia atualizada]

A queda de um veículo num penhasco com cerca de 100 metros de altura no concelho de Mogadouro provocou esta quinta-feira um morto e um ferido grave, disse à Lusa fonte do comando dos bombeiros voluntários locais.

A vítima mortal é um homem de 72 anos e a sua mulher, de 76, tem ferimentos considerados «graves». Ambos seguiam no mesmo veículo quando se deu o despiste.

«Quando chegámos ao local do acidente, deparámo-nos com uma vítima do sexo feminino junto a um caminho rural com diversos ferimentos e podemos dizer que estava muito maltratada», acrescentou o adjunto do comando dos bombeiros de Mogadouro, José Carrasco.

A queda ocorreu na sequência do despiste do veículo 4X4, que seguia por um caminho rural numa zona de difícil acesso perto da ponte de Remondes, nas encostas do rio Sabor.

«As equipas de socorro percorreram a pé algumas centenas de metros em terreno muito acidentado até que se depararam com uma carrinha todo o terreno onde se encontrava a vítima mortal junto a uma linha de água», explicou.

A dificuldade dos acessos até ao local do acidente obrigou à mobilização de veículos e meios humanos de uma empresa do consórcio do Baixo Sabor que se encontrava a trabalhar no local e a viaturas todo o terreno da GNR para fazer o transporte das equipas de socorro do INEM.

A Estrada Nacional (EN216) que liga a ponte de Remondes a Mogadouro foi cortada ao trânsito durante cerca de 45 minutos para as equipas de emergência procederem à estabilização do ferido e consequente helitransporte.

O ferido foi transportado para o Hospital de Bragança pelo helicóptero do INEM estacionado em Macedo de Cavaleiros.

O alerta foi dado cerca das 11:30.

No local estiveram seis elementos da GNR, seis dos bombeiros de Mogadouro e três ambulâncias.