A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção, em Paredes, de um homem "fortemente indiciado" pela prática de abuso sexual de uma "familiar próxima com deficiência mental".

O suspeito, de 21 anos, está ainda indiciado pela prática de violência verbal e física sobre a mesma vítima e sobre outra familiar.

Segundo a PJ, o detido é servente de construção civil e apresenta antecedentes criminais por abuso sexual.

O arguido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de proibição de contactos com as duas vítimas.