A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real deteve um empresário da construção civil suspeito de ter abusado sexualmente de uma filha adotiva de 13 anos, disse à agência Lusa fonte desta força policial.

A investigação da PJ a este caso começou em janeiro e, na terça-feira, a polícia concretizou a detenção do indivíduo, que trabalha na área da construção civil, e sobre o qual recaem suspeitas de abuso sexual da menina de 13 anos, que já foi retirada da família “há algum tempo”.

Segundo a fonte, outras duas meninas, também menores, foram entretanto também retiradas à família adotiva por uma questão de “segurança e de precaução” e entregues a uma instituição de acolhimento.

A investigação ao caso prossegue por parte dos elementos da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real.

O suspeito foi presente ao Tribunal de Vila Real para aplicação de medidas de coação, que deverão ser conhecidas durante a tarde.