A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, nesta quinta-feira, a detenção de um homem de 70 anos pela alegada prática de “múltiplos crimes de abuso sexual de criança” de que foram vítimas três menores nos Açores.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ informa que as vítimas são “três meninas de 4, 5 e 9 anos”.

“Os abusos, ocorridos na ilha Terceira, em contextos intrafamiliar e de vizinhança, ter-se-ão iniciado há vários anos e, desde então, continuaram a ser praticados pelo suspeito, que se aproveitava do ascendente que tinha sobre as crianças e das suas baixas idades para delas abusar sexualmente”, adianta o comunicado.

A PJ esclarece que a investigação desencadeou “um conjunto de revelações de outros abusos que o suspeito, ao longo do tempo, teria praticado no seio da sua família, mas cujo procedimento criminal entretanto já se extinguiu”.

O detido, reformado, foi presente a primeiro interrogatório judicial para a eventual aplicação de outras medidas de coação, acrescenta o comunicado.

Fonte da PJ disse à agência Lusa que "serão pelo menos três as vítimas de crimes que já prescreveram, também familiares do detido", assinalando que, "infelizmente, o silêncio é típico deste crime".