A Polícia Judiciária deteve um homem de 43 anos suspeito de abusos sexuais a uma rapariga com défice cognitivo, em Penafiel. O indivíduo é seu padastro.

Segundo a PJ, a vítima é "uma jovem de 19 anos, familiar próxima do arguido, com notório défice cognitivo".

[Os factos] terão ocorrido durante os últimos quatro anos, quando a vítima tinha 15 anos, na residência de ambos e no veículo do arguido, tendo cessado apenas com a institucionalização da jovem" .

Foi presente às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial e foi decidido, como medida de coação, a prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

O homem, solteiro, é eletricista de profissão.