Um casal de 37 anos foi detido no Alto Alentejo, pela Polícia Judiciária (PJ), por suspeita de crimes de natureza sexual, em que a vítima é a filha de sete anos, disse esta segunda-feira à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, a investigação apontou para "fortes indícios" de que a criança terá sido vítima de abusos sexuais por parte do pai, com a cumplicidade da mãe.

A fonte, que se escusou a localizar o concelho onde terão ocorrido os crimes, explicou que a mãe foi detida por cumplicidade, atendendo a que se terá "apercebido e não ter atuado em conformidade, reprimido ou sinalizado".

O casal é suspeito da prática de crime de abuso sexual de crianças agravado, indicou a fonte, referindo que a investigação foi iniciada em janeiro deste ano.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo o pai sido sujeito à medida de coação de prisão preventiva, a mais gravosa, e a mãe à de proibição de contactos com a criança e suspensão do exercício de responsabilidades parentais.

A investigação esteve a cargo da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora da PJ.