O Ministério Público (MP) acusou um homem de cinco crimes de abuso sexual de crianças e de três de violação agravada, adiantou esta quinta-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

De acordo com a nota, os crimes aconteceram em julho e agosto de 2012 quando o arguido, de nacionalidade brasileira e músico de profissão, veio para Portugal para dar espetáculos e participar em animações de restaurantes.

Durante a permanência no país, o suspeito manteve “trato sexual, nomeadamente de coito anal”, com três crianças de oito, 12 e 14 anos, num apartamento e residencial em Vila Nova de Gaia, Viseu e Maia.

O arguido ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa.